ADAPTE-SE, seja você camaleoa ou camaleão

ADAPTE-SE, seja você camaleoa ou camaleão

Talvez, em meio a este turbilhão, você nem tenha percebido, mas com certeza você está sendo um agente da mudança!

E como se sente?

Atordoado, cansado, inseguro?

Fique tranquilo: temos a solução!

Brincadeira! Mudar é assim mesmo. Quase nunca estamos prontos para sair das nossas zonas de conforto ou do ritmo normal de fazer as coisas.

Mas, este desafio de mudar padrões, processos, hábitos pode resgatar a energia que precisamos para transformar nossa realidade.

Quando se é adulto, virar tudo de cabeça para baixo não soa muito como diversão, e sim, como problema ou estresse.

Mas a adrenalina por si só já nos deixa com outro ânimo, e pode estimular ainda outras habilidades: o senso de urgência, a criatividade, a olhar por outros ângulos, o empenho por colocar as coisas em seus devidos lugares, para logo adiante escolher uma nova possibilidade de mudança, e este processo todo se tornar menos dolorido.

Muitas vezes, falta energia nas pessoas. E esta energia não tem a ver com introspecção ou extroversão. Tem a ver com o brilho no olho a cada novo desafio que se apresenta. Com flexibilidade, para usar seu potencial humano, medir seu sucesso, evoluir seu aprendizado, baseado em suas experiências e vivências.

E se fizermos tudo igualzinho, todos os dias, usarmos os mesmos processos e ferramentas, nos apoiando nas mesmas pessoas, dificilmente haverá aprendizado, muito menos evolução e experiências.

Gestão da Mudança

A gestão da mudança tem como principal objetivo aumentar a probabilidade de sucesso do processo, escalonar etapas, reduzir o impacto nos indivíduos e promover o maior retorno sobre o investimento. Este conjunto de práticas e estratégias, quando implementado, torna o período de implantação das transformações menos traumático, reduzindo dificuldades e resistências.

Mas, e quando a mudança precisa acontecer de ontem para hoje?

O que fazer? Como engajar as pessoas, como manter a empresa funcionando?

O melhor caminho é a transparência e a comunicação fluida. Obviamente que, se toda a equipe estiver ciente dos motivos pelos quais as transformações serão necessárias, a tendência é que o processo seja mais tranquilo, embora ainda assim desafiador.

LEIA TAMBÉM

Prescreve-se pilhas no café da manhã

Transformação digital: seu negócio está preparado para esta metamorfose?

Habilidade para o Futuro

Mesmo com o avanço da AI, certas habilidades e conhecimentos serão valiosos, para dar suporte às carreiras:

• suporte ao desenvolvimento de ideias e criatividade
• promoção de empatia e habilidades humanas
• desenvolvimento de agilidade e flexibilidade mental

A forma como aprendemos também mudará, e o que fazemos com o conhecimento será mais importante em relação ao que sabemos.

Assim, as moedas do futuro passam a ser a maestria e a comprovação de habilidades, em lugar de diplomas.

LEIA TAMBÉM

É óbvio que o RH pode ser designer

Fonte: Kelly Palmer & David Blake. Expertise Competitiva, 2019.