7 mitos sobre Inbound Marketing - Marketing, branding, propaganda, inbound e digital

23.09.2016.by forza

7 mitos sobre Inbound Marketing

Essa expressão “Inbound Marketing” realmente invadiu o universo empresarial. Não tem quem trabalhe com comunicação, propaganda ou marketing que não esteja surpreso com o crescimento e as potencialidades desta não tão nova forma de conquistar clientes.

Tudo, inicialmente, parece lindo, maravilhoso, muitos leads, muitos números, métricas e indicadores que fazem brilhar os olhos dos mais experts em gestão empresarial.

A aparência de facilidade e baixo custo passa, então, a atrair muitas empresas que pensam estar no Inbound Marketing a solução para todos os seus problemas.

É neste momento que usamos a expressão: “Muita calma nessa hora”.

 

O Inbound Marketing é, sim, uma ótima forma de atrair potenciais compradores para a sua marca.

 

Mas é necessário estar atento a uma série de detalhes que, às vezes, passam despercebidos com o entusiasmo com a nova solução.

Percebendo esta realidade, prepararmos 7 Mitos sobre o Inbound Marketing para você avaliar muito bem antes de tomar as decisões que vão colocar a imagem da sua empresa no universo digital.

 

1 – FAZER INBOUND MARKETING É FÁCIL

Talvez se você não se importar com a qualidade e com o resultado, essa frase sirva para a sua empresa. Mas, se você é um empresário que zela pela imagem da sua marca, vai concordar com este mito.

Para atrair clientes para a sua empresa, é preciso desenvolver muito e BOM conteúdo: textos de blog, vídeos, entrevistas, cases, infográficos. Para isso, ou você e seus funcionários colocam a mão na massa, ou contratam fornecedores para executar a criação e produção. Se a escolha for pela segunda opção, prepare-se para ter um tempo para instruir a equipe contratada sobre seus produtos, seu público-alvo, sua empresa, seu mercado, seus concorrentes, afinal, para atrair clientes é preciso ser autoridade no assunto.

 

2 – INBOUND SERVE PARA QUALQUER EMPRESA

Como fazer Inbound Marketing exige bastante material e conteúdo para divulgação na internet, nem todas as empresas têm condições de investir o suficiente para alcançar bons resultados. Na empolgação, muitas começam o processo, mas logo percebem que não tem budget suficiente para dar sequência às técnicas e ferramentas exigidas para que a estratégia realmente seja eficiente.

Outro detalhe que precisa ser analisado é se seu produto e seu público se encaixam neste tipo de mídia. Se o seu mercado for muito pequeno, talvez não valha a pena o investimento.

 

3 – INBOUND MARKETING E MARKETING DE CONTEÚDO É A MESMA COISA

Ledo engano que muitos cometem. Marketing de Conteúdo é a parte que sua empresa coloca a disposição dos seus potenciais consumidores conteúdos relevantes para o dia a dia deles, seja informativo, seja de entretenimento ou de educação. É preciso que atenda a alguma necessidade do seu cliente.

Já o Inbound são as táticas e estratégias para atrair os potenciais clientes para este conteúdo, transformando eles em leads e iniciando um relacionamento (jornada) com o objetivo de realizar uma conversão (venda) no “final” do processo (funil).

 

4 – INBOUND É SUFICIENTE PARA A MINHA EMPRESA

Mais uma máxima que não é real. Pense bem, se coloque no lugar do seu potencial cliente. Se você nunca ouvir falar em determinada marca antes, você já vai clicando no anúncio no Facebook e deixando os seus dados para essa empresa?
Imaginamos que não, né?

É preciso já ter visto essa marca em algum outro lugar antes, é preciso ter ouvido algum amigo falar sobre esta marca, é preciso conhecer um pouco sobre a empresa. Se sua marca é completamente desconhecida do seu público, provavelmente seus esforços de Inbound terão pouco retorno.

Agora, se a sua marca já foi vista em outras mídias antes, como TVs, revistas, jornais, rádio, feiras e eventos do seu setor, é mais fácil obter a confiança do seu potencial cliente. Assim, o Inbound sozinho pode não ser a solução ideal. Mas, sim, deve fazer parte de um conjunto de ações de marketing da sua empresa.

 

5 – QUALQUER UM PODE FAZER CONTEÚDO

Se a sua empresa não se importar em frustrar o seu potencial consumidor num primeiro impacto e afastá-lo para sempre da sua marca, você pode acreditar nisto.

Como comentamos no primeiro mito, para atrair potenciais consumidores é preciso ser AUTORIDADE no assunto. E, para isso, é preciso conhecer muito bem seu produto e seu público. Assim, ou você mesmo faz o conteúdo, ou conta com profissionais especializados para isso.

 

6 – VÃO CHOVER LEADS PARA A MINHA MARCA

Muitas empresas começam o processo de Inbound na esperança de que “chovam leads” para a sua empresa. Mas, nem sempre isso acontece. Ou se acontece, nem todos os que deixam seus cadastros na Landing Pages ou nos anúncios de cadastro do Facebook se encaixam no perfil de um potencial cliente. Muitos curiosos acabam vindo nesta rede.

Cabe a equipe de gestão de Inbound colocar estes leads numa trilha de conteúdo para verificar se realmente vão passar para a próxima etapa do funil.

E se a primeira estratégia não atraiu os potenciais clientes ideais, é preciso rever o tipo de conteúdo ou criar novos conteúdos para essa atração, o que chamamos de teste A/B. E, uma das maiores máximas que todos devem lembrar quando decidem investir em Inbound Marketing é que a INTERNET É UM TERRITÓRIO DE TESTES. Não existem dogmas. É preciso estar pronto para rever estratégias a todo o momento.

 

7 – EXISTEM FÓRMULAS PRONTAS. É SÓ APLICAR PARA MEU PRODUTO.

Quando se pesquisa sobre Inbound Marketing na internet, você poderá encontrar inúmeras promessas tentadoras, que dão a ideia de que é só adaptar materiais semiprontos e atrair inúmeros leads e preparar sua empresa para as melhores vendas da história.

Mas, não é bem assim.

As fórmulas podem até trazer algum resultado, mas não são tão fáceis de ser aplicadas. Se você copiar conteúdo de concorrentes, como já comentamos antes, nunca se tornará autoridade no assunto. E, sem ser autoridade, seu ranqueamento do Google não será o melhor e não adiantará o esforço e o investimento realizado.

 

Apesar deste mitos, o Inbound Marketing pode sim trazer bons resultados para a sua empresa. Mas, é preciso ter consciência de que precisa ser bem feito, precisa de um bom investimento (principalmente no início), de planejamento, de tempo e de paciência.

Com essas dicas, esperamos que você possa ter uma maior noção de como começar, quando começar e quem procurar na hora de pensar o Inbound Marketing da sua empresa.